Golpe avança: Moro manda prender Lula

Compartilhe:

No dia seguinte em que o Supremo Tribunal Federal (STF) negou habeas corpus preventivo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o juiz do Ministério Público Federal de Curitiba, Sérgio Moro, decreta a prisão do ex-presidente nesta quinta-feira (5).

Como o ex-presidente foi condenado pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) a 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, o juiz determinou que Lula se apresente à Polícia Federal na capital paranaense até às 17h desta sexta-feira (6).

"Relativamente ao condenado e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, concedo-lhe, em atenção à dignidade do cargo que ocupou, a oportunidade de apresentar-se voluntariamente à Polícia Federal em Curitiba até as 17h do dia 06/04/2018, quando deverá ser cumprido o mandado de prisão", determina Moro.

A proposta é tornar o ex-presidente inelegível para as eleições presidencias deste ano. Assim, Luiz Inácio Lula da Silva se torna o primeiro preso político do regime de exceção instalado com o golpe de Estado de 2016.

Fonte: Portal CTB.

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2017

Ver todas »

Facebook