Vigilantes de Minas Gerais aprovam proposta de reajuste salarial formulada pela SRTE-MG

Compartilhe:

Os vigilantes do Estado de Minas Gerais vão receber 7,57% de reajuste salarial, retroativo a janeiro de 2015. O salário-base da categoria também aumentou, passando a ser de R$ 1.350,00 (sem o adicional de periculosidade).

Estes percentuais e valores, formulados pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Minas Gerais (SRTE-MG), foram aprovados pelos trabalhadores em assembleias realizadas pelo Sindicato entre os dias 5 a 12 março, na capital e interior do Es­tado.

Os reajustes já deverão constar no salário do mês de abril, que deverá ser pago até o quinto dia útil de maio. Já as diferenças salariais referentes aos meses de janeiro, fevereiro e março deverão ser quitadas até o quinto dia útil dos meses de junho e julho.

Para o presidente do Sindicato, Romualdo Alves Ribeiro, o resultado da Campanha Salarial não atende às reivindicações da categoria. Porém, é o que foi possível de ser alcançado.

“Mais uma vez, a diretoria do Sindicato teve que enfrentar a intransigência patronal, que, com a choradeira de sempre, não demonstrou a menor disposição em abrir mão de seus lucros para atender às justas reivindicações da categoria. Também pesou na nossa luta, o atual cenário econômico e o pouco envolvimento dos trabalhadores na Campanha Salarial”, lamenta o Romualdo.

Segundo ele, as dificuldades enfrentadas este ano devem servir de exemplo para os trabalhadores. “Esperamos que, nas próximas lutas e na Campanha Salarial seguinte, os vigilantes se conscientizem da importância da sua participação neste processo. Por mais que a diretoria do Sindicato se esforce, a união de todos junto ao Sindicato, mobilização e pressão são fatores que fazem a diferença”, observou.

Confira como ficaram os demais reajustes garantidos da Convenção Coletiva de Trabalho dos Vigilantes de 2015 aos Vigilantes Patrimoniais, da  Escolta e da Segurança Pessoal:

VALORES SEM O ADICIONAL DE PERICULOSIDADE

- Reajuste Salarial: 7,57%.

- Salário: R$ 1.350,00;

- Valor / dia: R$ 45,00;

- Hora normal: R$ 6,14;

- Hora extra: R$ 9,84;

- Adicional noturno / hora: R$ 2,45;

- Hora noturna: R$ 8,60;

- Mensalidade social: R$ 27,00;

- Contribuição assistencial: R$ 67,50 dividido em duas vezes = R$ 33,75.

VALORES COM O ADICIONAL DE PERICULOSIDADE

- Adicional de periculosidade: R$ 405,00.

- Salário: R$ 1.755,00;

- Valor / dia: R$ 58,50;

- Hora normal: R$ 7,98;

- Hora extra: R$ 12,76;

- Adicional noturno / hora: R$ 3,19;

- Hora noturna: R$ 11,17;

- Salário administrativo: R$ 1.198,22.

- Salário Office Boy: R$ 794,91;

- Cesta básica: R$ 95,20.

- Tíquete refeição: R$ 13,00 (por dia trabalhado);

- Plano de saúde: R$ 76,80.

DIFERENÇA DE SALÁRIO COM PERICULOSIDADE RETROATIVA AOS MESES DE JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO

- Diferença de salário: R$ 123,47 X 3 = R$ 370,41 / 2 = R$ 185,20;

- Diferença do tíquete refeição: R$ 3,58 (por dia trabalhado);

. 15 dias trabalhados: R$ 3,58 X 15 = R$ 53,70 X 3 = R$ 161,10;

. 22 dias trabalhados: R$ 3,58 X 22 = R$ 78,16 X 3 = R$ 236,28;

. 22 dias trabalhados para horistas: R$ 13,00 X 22 = R$ 286,00 X 3 = R$ 858,00.

Confira mais informações sobre a Campanha Salarial 2015 na próxima edição do jornal O Vigilante.

Fonte: Imprensa do Sindicato.  

Convenção Coletiva

Convenções Coletivas

Convenção Coletiva 2017

Ver todas »

Facebook